Skip to main content

CLIPPING

Segunda-feira, Setembro 18, 2023

NOVA FCSH GANHA PROJETO EUROPEU DE 2,7 MILHÕES DE EUROS

Fonte: NOVA FCSH

Raquel Amaro, docente do Departamento de Linguística e investigadora do Centro de Linguística da Universidade NOVA de Lisboa (CLUNL), vai coordenar o projeto iRead4Skills, um dos três distinguidos pelo programa Horizonte Europa no tópico Um futuro sustentável para a Europa. Com um financiamento de 2,7 milhões de euros, trata-se do primeiro projeto colaborativo do Programa-Quadro onde a NOVA FCSH assume o papel de entidade coordenadora, cabendo-lhe cerca de 415 mil euros.

O projeto, cuja designação completa é “iRead4Skills – Intelligent Reading Improvement System for Fundamental and Transversal Skills Development”, pretende avaliar e reduzir lacunas nas competências de leitura de adultos com baixa literacia, estabelecendo e monitorizando a relação entre a melhoria destas competências e outras aptidões básicas e transferíveis.

“O projeto surge do entendimento de que as competências de leitura são fundamentais para adquirir conhecimentos técnicos e científicos, quer em contextos formais de educação e formação, quer em contextos práticos e empíricos de trabalho”, descreve Raquel Amaro. Num contexto de investigação inovadora sobre transformações sociais e económicas, a “equipa internacional vai desenvolver um sistema de leitura inteligente que avalia a complexidade dos textos e sugere leituras adequadas de acordo com o nível de literacia do utilizador, promovendo o desenvolvimento das competências de leitura”, completa a investigadora.

Liderado pela NOVA FCSH, o consórcio é ainda composto por outras oito entidades: INESC-ID – Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Investigação e Desenvolvimento em Lisboa, Ministério da Educação e Ciência, Université Catholique de Louvain, Universitat Autònoma de Barcelona, Universidad de Santiago de Compostela, Mindshaker – Serviços Informáticos, Lda e LISER – Luxembourg Institute Of Socioeconomic Research.

Aviso legal: Os pontos de vista e opiniões aqui expressos são da exclusiva responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente os da União Europeia ou da Agência de Execução Europeia da Investigação. Nem a União Europeia nem a autoridade que concedeu o financiamento podem ser responsabilizadas pelos mesmos.

Redes sociais